SERÁ QUE DEUS ESQUECEU-SE DE MIM ?

BOLETIM DOMINICAL – 02 DE DEZEMBRO 2012

SERÁ QUE DEUS ESQUECEU-SE DE MIM ? – (Fp. 2:12-16)

“Será que Deus esqueceu-se de mim?” Quantas vezes na vida fazemos esta pergunta? Creio que em certas situações, colocamos até a nossa fé em dúvida, dando oportunidade à razão. Amados, Deus não trabalha com a razão do homem apenas. Ele é o alfa e o ômega, o princípio e o fim. Paulo, em Filipenses 2:13-16, nos ensina que Deus nunca esquece dos seus filhos e que sempre prepara o melhor caminho a ser seguido. Será que é natural o cristão duvidar e por isso, deixar de confiar e descansar nesse Deus que jamais nos esquece? Vejamos: 1- Porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar,(v.13). Quantas vezes ficamos frustrados com projetos pessoais que não deram certo. Quantos investimentos e esforços para pouco ou quase nenhum resultado. Por que tantas pessoas ao meu lado progridem e eu sempre me achando esquecido tendo que conviver com senso das injustiças. Esqueceu-se Deus de Mim? Será isso possível a um cristão fiel, o ser abandonado por Deus? Decididamente, não! O profeta Isaías diz: “Acaso pode uma mulher esquecer-se do filho que ainda mama, de sorte que não se compadece do filho do seu ventre? Mas ainda que esta mulher viesse a se esquecer dele, eu, todavia, não me esquecerei de ti” (Is.49:15). O que eu preciso fazer é aprender esperar pelo Senhor e ter bom ânimo;2– Fazei todas as coisas sem murmurações(v.14). O que é murmurar contra os planos de Deus? A princípio é não aceitar o que o Todo Poderoso está fazendo no tempo presente. Deus rege a natureza e suas criaturas. Deus é o Senhor do tempo. Deus tudo pode e tudo faz como lhe aprouver. “O coração do homem pode fazer planos, mas a resposta certa dos lábios vem do Senhor” (Pv.16:1). “Não murmureis”(I Co.10:10); 3– Para que sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis,..(v.15). O que um cristão precisa para sobressair perante a atual sociedade? É a nossa conduta, o modo que vivemos dentro e fora de nossa casa. Ser irrepreensível e dar exemplo para um descrente, o abatido, humilhado e esquecido. A conduta digna do cristão revela a Glória e o amor de Deus na sua vida. Assim o descrente dirá; “eu quero o seu Deus! Eu O aceito como o meu Salvador! Quero que Ele faça na minha vida o que Ele fez na sua! 4 – “Retendo a palavra da vida,..”(v.16). Não consigo imaginar levar uma vida sem os ensinamentos de Cristo e o viver a Palavra de Deus. A cada dia, me alimento desta “Palavra da vida”, na qual nunca me sinto saciado. A resposta de Deus vem pela fé na Palavra e nas promessas. E quando esse dia chegar, e a bênção surgir, você verá que Deus jamais o esqueceu. Que Deus o ama incondicionalmente em Cristo!                                       Rev. Mario Ramos