REAVIVAMENTO E EXPANSÃO MISSIONÁRIA

Nº 160 –  PASTORAL – 12 DE AGOSTO DE 2018

REAVIVAMENTO E EXPANSÃO MISSIONÁRIA – Atos 8:26-40

Reavivamento é um termo impróprio ao dicionário, não existe. No meio eclesial, tornou-se símbolo de “doutrina” Pentecostal, que em alguns casos, pretexto ao contexto de mudanças difusas numa dada Comunidade de confissão  adversa às pretensões impostas. No entanto, reavivamento espiritual, significa avivamento, ou seja, sinônimo de “reavivar” Neste sentido: outorgar mais vitalidade, força, intensidade ou poder. Na Bíblia desde o A. Testamento, o reavivamento espiritual, sempre esteve associado a conscientização política no sentido aprofundado da palavra e às perseguições. Estes fortes fatores explicam na história a expansão missionária da Igreja, seja ela Peregrina (V. Tº), ou a Primitiva (N. Tº). Se o assunto for reavivamento espiritual, isso tem origem, vem do Céu e não da terra, vem de Deus e não dos homens. É obra soberana e exclusiva do Deus Espírito Santo, presente, por promessa, procedente do Pai e do Filho (Is. 44:3-6; Joel 2:28-32; Hc. 3:1-3, At. 1:8; 2:1-8; 8:26-40; João Caps. 14,15,16 etc. Na história podemos destacar ao menos quatro grandes momentos de expansão missionária: 1) Reforma do Séc. XVI – O ideais da Reforma abrangem aspéctos do genuino reavivamento – avivar de novo: vida religiosa, espiritual e doutrinária (retorno aos princípios apostólicos). Ainda mais: Aspéctos sociais, econômicos e políticos. Enquanto houve conflitos e ebulição a expansão da Igreja reformada aconteceu. Leia o 4º Volume, Cap. XX – Da Administração Política das Institutas de J. Calvino; 2) Na Contra-Reforma:  Houve, ao lado da repressão aos Protestantes, um sub-produto positivo da Contra-Reforma. Os Católicos. Leia os Jesuítas. Não foram apenas contrários à Reforma, eles desenvolveram um tipo de reavivamento da fé e zelo romanistas. Alcançaram o Oriente, China, Índia e Japão; 3) Reavivamento do Séc. XVIII: Com os Pais Puritanos, o Reavivamento seguiu e a expansão missionária pelo o Reino Unido, o  Parlamento, fundaram 13 Colônias e o Estados Unidos; 4) No Séc. XIX: Luteranos e Calvinistas ganharam o mundo com o protestantismo. Na Alemanha, Prússia e europa afora. Inglaterra, Ohio, Tennessee. Rev. Mario Ramos