QUEM DIZ O POVO SER MARIA?

BOLETIM DOMINICAL – 21 DE OUTUBRO 2012

QUEM DIZ O POVO SER MARIA?  –  (Mt. 13:53-58)

No Brasil, o dia 12/10, comemora-se o Dia da “Padroeira do Brasil” mas, não de todos os brasileiros. O que fizeram da Virgem Maria, a mãe de Jesus? Afinal, quem são “As Nossas Senhoras”?  As “Nossas Senhoras” são a mesma Maria. A Virgem Maria, toda divinizada, que assume várias realidades, situações e raças. A devoção a Maria começou no II Séc. Já a celebração litúrgica mariana no V Séc, no 1º Concílio de Éfeso em 431. Porém, a Bíblia nos fala de uma Virgem Maria bem diferente desta. A Maria, mãe de Jesus, foi uma mulher simples. Ela teve avós e seus pais foram Eli, descendente de Davi e Ana, descendente de Arão. Maria, era noiva de José, quando deu à luz a Jesus, em sua virgindade. (Mt.1:18-25). Sendo incluído nos Credo Niceno e Credo dos Apóstolos. Maria, foi prima de Izabel. Ao nascer Jesus,  Jose e Maria, tiveram quatro filhos homens: Tiago, Jose, Simão e Judas e pelo menos duas irmãs (Mt. 13:55-56 ). Até aqui tudo bem! A polêmica em torno da honrosa e toda bem-aventurada Maria, é partir do momento que toda a sua vida histórica é aviltada intencional e uma nova personagem entra em cena, a Virgem Maria a “Mãe de Deus”. Nós ensinamos que: Jesus enquanto Deus, teve pai, mas não teve mãe; e que enquanto homem, teve mãe, mas não teve pai. A nossa C.F.W. ensina: “Há um só Deus vivo e verdadeiro, o qual é infinito em seu ser e perfeições…”(I)“Deus tem em si mesmo, e de si mesmo, toda a vida, glória, bondade e bem-aventurança…pois não precisa das criaturas que trouxe à existência, não deriva delas glória alguma,…”(II). Porém, a formulação de Maria como “Mãe de Deus” – Theotokos, deu-se no 1º Concílio de Éfeso em 431 d.C. O que os católicos romanos, dizem sobre a Maria,  a partir do Papa Pio IX, em 1854? O nascimento Virginal de Jesus, Perpétua Virgindade de Maria, Imaculada Conceição e a assunção de Maria. Para nós protestantes, Maria, era uma mulher comum dedicada a Deus, portanto, não há nenhuma veneração, festas e peregrinações. E o que Maria disse de si:  “Aqui está a serva do Senhor…”. “A minha alma engrandece ao Senhor, e o meu espírito se alegrou em Deus, meu Salvador”.(Lc. 1:38,47) Rev. Mario