PLANO DE AULA INTRODUÇÃO A TEOLOGIA DO ANTIGO TESTAMENTO

REVISITANDO E APRENDENDO PELO MUNDO AFORA

. Retrospectiva, Introspectiva e Prospectiva:

# Aula de Introdução ao Antigo testamento e a Evolução do Direito:

 

Deus faz a história: “O homem se agita e Deus o conduz”. Eis o extrato da Soberania de Deus. (Rev. Mattathias Gomes dos Santos)

+ PERÍODO NEOLÍTICO OU IDADE DA PEDRA POLIDA:

I – DE ABRÃO À MALAQUIAS:

+ Abraão ( 2.100 a 1.925 a.C.) “…Sê tu uma bênção:” (Gn. 12:2); Pai da fé, Abraão é um marco de um povo eleito e da manifestação da graça de Deus. É o rompimento radical com a idolatria em nome da fé, obediência e promessa – Abraão Estadista e Diplomata – Relacionamentos Políticos e estratégicos (Gn.12 a 38);

. Isaque – Jacó – José: Os legítimos representantes da nação eleita ao serviço da revelação de Javé pelo mundo;

 

+ Cativeiro Egípcio: 400 anos (Gn.15:13) ou 430 (Êxd. 12:40; Gl.3:17)  Contradição?

. O Pentateuco Samaritano e a Septuaginta dizem: “no Egito e em Canaã” 430 anos. Ou seja, Moisés e Paulo afirmam: “30 anos em Canaã e 400 anos no Egito”

+ Moisés (1.520 a 1400 a.C.) Representa a Lei. Código Mosaico – De Igreja Peregrina à Estado (Nação) Êxd. 19:5,6);

 

+A história do Direito e da Codificação:

-Código de Hamurabi: Escrito pelo Rei Hamurabi em 1700 a.C. Foi encontrado por uma expedição francesa em 1901, na antiga Mesopotâmia – atual Irã;

-Código Mosaico: Moisés recebeu de Deus no Monte Sinai (1520 a1400 a.C.); Leis Constituídas por Mandamentos, Ordens e Proibições – O Decálogo  (Êxd. 20; Js.8:32);

 -Código de Manu: Estabeleceu o sistema de Castas na sociedade Hindu – Índia no Séc. II a.C.

 

+ O Grande herói, Moisés. A Pedagogia e Maiêuca divina ontem e hoje:

. 40 anos pensando que era alguém;

.40 anos aprendendo que não era ninguém;

.40 anos descobrindo o que Deus pode fazer com um ninguém.

 

 +Josué (1360 a 1250 a.C.) Prefigura Cristo – Tomada de Canaã (Js.1:1-8). Josué completa o que Moisés começou! Deus nunca deixa sua obra inacabada;

Moisés – Antecipação:

Moisés atravessou o Mar Vermelho;

Moisés libertou o povo da escravidão;

Moisés deu uma visão de fé;

Moisés falou de uma herança;

Encontramos antecipações em Deuteronômio.

 

Josué – Realização:

Josué atravessou o Rio Jordão;

Josué conduziu o povo à vitória;

Josué os conduziu a uma vida de fé;

Josué os levou à posse da terra prometida;

Encontramos realização no livro de Josué.

+ Período dos Juízes (1360 a 1045 a.C.) Josué – Sansão – Samuel – Governo Teocrático;

+ Reino Unido (1025 a 987 a.C) Saul – Davi – Salomão – 120 anos de Governo;

+ Israel/ Monárquico/Teocrático;

O auge do Império Israelita: prosperidade. Hegemonia Estatal. Construção do 1º Templo. O esplêndido reinado de Salomão (I Re. 1-10).

+ Reino Dividido: No norte, Israel – capital Samaria – 10 tribos , Rei Jeroboão;

                                No Sul, Judá – Capital Jerusalém – 2 tribos, Rei Roboão (I Re. 11-16);

 

+ Cativeiro Assírio: Reino do Norte em 722 a.C – Rei Oséias, Por Sargão II (2 Re. 17:24;

O profeta Jeremias permanece em Jerusalém em sua missão profética, entre os bolsões de resistência e vai ao Egito;

O povo é levado cativo. É Imposto nova língua, religião e costumes; Assírios tomam posse dos vassalos em Samaria;

 

+ Cativeiro Babilônico: Reino do Sul, em 605 a.C.) Por Nabucodonozor, foram 70 anos. O povo é levado cativo (Daniel, Ezequiel…mas o povo tem a liberdade de culto e de sua religião e do seu Deus) Leia sobre o Zelo de Deus, Jeremias Cap. 52;

 

+ Período Medo-Persa (533 a 519 a.C.) Por Ciro – Assuero – Artaxerxes – Ester – Repatriamento dos Judeus à palestina e reconstrução dos muros, cidade e do 2º Templo (Governador Zorobabel, Esdras, Neemias, Zacarias e Malaquias); Deus usa a quem Ele quer, como e onde quer (Esdras 1:2-3); Veja como Deus Faz a história e manifesta o Seu poder e glória – Daniel Cap. 7;

 

+ Greco Macedônio (333 a 167 a.C.) – Tempo da dominação macedônica no mundo. . . . Alexandre, o Grande e seus 35 mil homens – os guerreiros; Leia Daniel Cap. 7;

. Divisão do Império de Alexandre: Ainda em vida, Alexandre predisse que seus amigos lhe fariam “cruento Funeral”. Cumpriu-se o vaticínio.

Seus três generais assumiram a partilha do império dividido: Ptolomeu no Egito; Antíoco na Ásia e Selêuco na Babilônia;

 

+ Profeta Malaquias (450-400 a.C.) Malaquias quer dizer: “meu mensageiro”.

. Contexto histórico, sociológico, político, econômico e religioso:

  1. Passados 100 anos desde o retorno dos Judeus à Palestina;
  2. A cidade de Jerusalém, muros e templo já haviam construídos;
  3. A fé e o entusiasmo inicial já desapareceram;
  4. Neemias lidera um período de reavivamento religioso (Ne. 10:28-39);
  5. Transformaram a obediência à lei em algo mecânico e rotineiro (Ml.1:6-11);
  6. Tornaram relapsos na adoração: Sacerdote e povo (Ml.1:7);
  7. Foram negligentes quanto à entrega dos dízimos de Javé (Ml.3:8,10);
  8. Jeová se revela insatisfeito como Seu povo (Ml. 2:1-3);
  9. O Senhor faz promessas ao Seu povo (Ml. 3:1-6).

 

+ PERÍODO INTER-BÍBLICO – 400 Anos de Silêncio Desesperador:

A “folha branca” de sua Bíblia representa 400 anos de silêncio desesperador e negro, entre o Velho Testamento (Malaquias) e o Novo Testamento (Mateus).

Nesses 400 anos de silêncio desesperador, o Senhor deixou que os esforços dos homens, na solução dos problemas espirituais falhassem; que a filosofia se esboroasse; que o poder material enfadasse as almas; que a imoralidade religiosa desiludisse a todos, mesmo os corações mais ímpios; que a corrupção campeasse, atingisse as raias da depravação, mostrando assim ao homem a inutilidade de tais sistemas e instituições.

 

+ Os Macabeus – A luta sangrenta dos Judeus por defenderem a religião de Javé;

. Os Sofistas ou pré-Socráticos (481 a 420 a.C): Religião e Mito – emoção, medo e Politeísmo; A Finalidade: Tentativa de explicar os fenômenos do ponto de vista divinas. A idéia dos deuses semelhantes as dos homens. Idéias fantasiosas ou lendárias. (Protágoras, Górgias, Isócrates, Anaxágoras, Anaximandro, Anaximenos, Demócrito, Heráclito, Permênides, Pitágoras e outros; (Em tese, tratam-se de educadores que ganhavam para ensinar a juventude o caminho da virtude ao serviço da Pólis (cidade/Estado);

.  Os Filósofos: Teles de Mileto, Sócrates, Platão, Aristóteles, (Estóicos e Epicureus em Atos Cap. 17:18);

. A questão filosófica é: Quem é o homem? O que eu posso conhecer? O que eu devo esperar? Como eu devo agir na sociedade?

 

+ Predominância Macabéia: Em defesa do Estado e da Religião de Javé – Monoteísmo:

– Revolta de Matias em 167 a.C.

– Judas Macabeu, em166-161 a.C.

– Dedicação do Templo em 165 a.C.

– Jônatas em 165-143 a. C.

– Simão 143-135 a. C.

– João Hircano I, 135-106 a.C. e morre – neto de Matatias

– Aristóbulo “Rei”, 106 a.C.

– Alexandre Janeu, 105-78 a.C.

– Alexandra 78-69 – Farisaismo florescente

– Hircano II e Aristóbulo II, dividem o poder 69 a.C.

– Herodes I, o Grande, (73 – 4 a.C.) edomita de Esaú, Judeu romano – Colossais projeto de construção em Jerusalém e no mundo antigo e a matança de crianças abaixo de 02 anos de idade, sendo o alvo, o menino Jesus (Mat. 2:16-18);

– Herodes I, morre e divide o reino a dois filhos: Herodes Arquelau (Judéia e Samaria) e       Herodes Antipas (Galiléia e Peréia);

– Pompeu recebe a Palestina 63 a.C.

– Nascimento do Salvador Jesus Cristo 04 a.C.

 

+ Platão e a Justiça Metafísica: Meta(lem), física (lei)= além da lei; Ou seja, a Justiça platônica só é possível em outro plano (divino) e não neste mundo dos homens;

+  Aristóteles e a Justiça Ética: centrada na virtude humana.

+  Os Estóicos: (100 a.C.) Promoveram a transição entre os helênicos e o cristianismo (Atos 17).

 

II – ROMA E O CRISTIANISMO – IDADE ANTIGA;

– O Império Romano: O 4º animal da visão de Daniel do Cap. 7- Cumprimento:

Conquistas Romanas – Os Romanos conquistaram o ocidente e voltaram depois suas vistas para o Oriente. Apoderaram-se da Grécia, Síria, Palestina e outros Países. Tornaram-se senhores do mundo. Quando Matatias, o progenitor dos Macabeus, começou a lutar em defesa da religião de Javé e independência de seu país, os romanos eram fracos: agora, porém, eram os dominadores do mundo.

. Israel – Colônia Romana (Árabes e Judeus em convivência pacífica – At.2: 8-11;

. Morte Expiatória e Ressurreição de Jesus em Jerusalém – I Co. 15:1-5;

. Formação da Igreja Primitiva sob com os Apóstolos – Atos 1:8 e 2:1-8;

. Missão apostólica dentro de Jerusalém por 30 anos depois da ascensão de Cristo;

. A primeira DISPERSÃO dos Judeus, o Evangelho além das fronteiras – At. 1:8;

. Conversão de Saulo de Tarso e a expansão missionária com Paulo – At. 9:15;

. A segunda DISPERSÃO dos Judeus e a destruição do Templo por Tito -70 d.C. – Mat. 24:1-2;

.A terceira DISPERSÃO dos Judeus e Jerusalém arrasada pelo Imperador Adriano – 135 d.C;

. A Palestina pára os palestinos, árabes que permaneceram na terra santa (Jerusalém) e outros povos;

. A Palestina é integrada ao Império Muçulmano – “Profeta “Maomé – (634-720);

 

+ O Império Turco Otomano: (1299 – 1922);

. Extensão territorial: Norte da África, Sudeste Europeu e Oriente médio;

.Tolerância às tradições e a religião dos vassalos;

. Declínio do Império Turco Otomano (1917);

. O Colonialismo Europeu – A Ocidentalização dos Séc. XV a XIX;

. O Sionismo Político – retorno dos Judeus à Palestina – Sião;

 

+ Revoltas Israelenses/Árabes – As Intifadas sucessivas e posse da terra Prometida. A instalação de conflitos sem fim, uma Missão Messiânica no porvir – Ap. 19:11-21;

. Israel Estado Moderno – 1948 pela ONU – Conflitos sem fim por território sem limites. O nome “Palestina” significa “terra de ninguém”.

. Palestinos: Estado Observador e não Membro pela ONU 30/11/2012;

 

+ O PRIMEIRO TRIUNVIRATO – Monarquia Romana – A Pax romana:

Os triúnviros dividiram ente si as províncias da República Romana. Júlio Cesar com a Gálias; Pompeu, com Espanha e África; e Crasso, com o Oriente.

. Roma é tida como síntese da sociedade antiga, representando um ELO de ligação entre o mundo antigo e o moderno;

. Roma foi fundada em (753 a.C.) – Quando a Pena era utilizada com aquele caráter SACRAL- do Rei e do Sacerdote – Chamado de Direito Canônico que perdurou até a idade Média em 1453 d.C.;

. Na Roma monárquica, à organização jurídica prevaleceu o Direito Consuetudinário – rígido e formalista;

 

+ A Lei das XII Tábuas: (400 a.C.) o primeiro Código romano escrito – fruto da luta entre os Patrícios e Plebeus;

Com a Lei das XII Tábuas inicia-se o período dos diplomas legais – limitação à vingança privada, adotando a Lei do Talião.

+ Principais Imperadores Romanos: A dinastia dos Cesar.

. Otávio Augusto (27 – 14 a.C.);

. Tibério (14 a.C. a 37 d.C.) – Durante o ministério do Senhor Jesus Cristo;

. Calígula (37 -41);  Cláudio (41 – 54); Nero (54 – 68); Vespasiano (60 – 79);

   Domiciano (81- 96 ) – Apóstolo João exilado na Ilha de Pátmos (Ap. 1:9);

 

A Teosofia na Construção de uma Nova Civilização:

 

III – IGREJA E ESTADO/IMPÉRIO: IDADE MÉDIA – A ciência Medieval;

Com a queda do Império Romano no (séc. V), a religião surge lentamente como elemento agregador dos inúmeros reinos bárbaros formados após as sucessivas invasões; seus chefes convertidos ao cristianismo e a igreja se transforma em soberana  e absoluta da vida espiritual do mundo Ocidental. “Crer para compreender, e compreender para crer”.

 

+A Filosofia Patrística: Principais preocupações são as relações entre á fé e ciência, a natureza de Deus, da alma, da vida moral. É retomada a filosofia platônica por necessidade de uma ética rigorosa, da abdicação do mundo, do controle racional das paixões e a predileção pelo supra-sensível. Representantes: Clemente de Alexandria, Orígenes e Tertuliano;

. Santo Agostinho (354-430), a principal figura, da retomada da filosofia platônica, de quem João Calvino vai se espelhar no (Séc. XVI), na qualidade de reformador em Genebra e demais países Baixos;

 

+A Filosofia Escolástica: A escolástica é a especulação filosófico-teológica que se desenvolve do Século IX até o Renascimento. A retomada o pensamento aristotélico traz de novo a física qualitativa e a astronomia geocêntrica;

.Decadência da Escolástica: No Séc. XIV, sofreu um processo de autoritarismo de nefastas influências no pensamento filosófico e científico. Posturas dogmáticas, contrárias à reflexão. Cria-se o tribunal do Santo Ofício – Inquisição;

. O Papa Leão III nomeia Carlos Mágno, Imperador do Ocidente (768-814) e expande o reino Franco;

 

.São Tomás de Aquino: A maior figura representativa da Escolástica no (Séc. XIII – 1225) – Baixa Idade Média – Invasão de Constantinopla – e Império Otomano Turco;

.Para São Tomás de Aquino a Teologia é a ciência mãe de todas as ciências;

.São Tomás de Aquino trabalha por devolver à Igreja de Roma o poder político;

.São Tomás de Aquino desenvolve os princípios filosóficos de Aristóteles.  O mal é em aparência e não em essência.

 

IV – MEDIEVAL/MODERNO– A era dos Contratos (Séc. XV).

.A transição do mundo Medieval ao mundo moderno. Nicolau Maquiavel, separa o que é próprio da religião e da política – Estado Laico ou laicidade do estado (Estado não se intromete nas coisas da Igreja e esta, na do Estado).

.Contratualistas: T. Robbes, John Locke e Jean François Rousseau.

 

 

 V – REFORMA PROTESTANTE – IDADE MODERNA (31/10/1517):

  1. Os pré-reformadores:

. John Tauler (1300 -1361), Alemão – enfrentou o Papa XXII;

. John Wiclif (1320 – 1384) Teve suas 18 Teses condenadas pelo Papa Gregório XI;

. John Huss (1373 -1415), Reformista na Boêmia;

. William Tyndale (1494 – 1536), Inglês

. Savanarola: O príncipe do humanismo na Itália.

.Movimentos: Os Valdenses e os Albigenses, vítimas da Inquisição;

 

  1. Reformadores em 31/10/1517:

        . Martin Lutero (1483 – 1546), Teólogo cristão Alemão;

        . Influência: Protestantismo na Alemanha;

        . As 95 Teses em 1517;

 

         . João Calvino (1509 – 1564), teólogo cristão, francês, filósofo pré-cartesiano e       advogado;

         .Influência Calvinista: Protestantismo na Suíça, Países Baixos, África do Sul, Inglaterra, Escócia e Estados Unidos.

         . Obra Principal: As Institutas – Tratado da Religião.

         . John Kinox: Reformador escocês (1505) – cunhou o nome “ presbiteriano “

 

  1. C) Contra Reforma da Igreja Católica – Medidas Repressivas: Foi um movimento que surgiu no seio da Igreja como resposta a Reforma Protestante;

. Concílio de Trento 1545 – Resposta hostil, Cruel e Cruento;

.Instituição do Index dos livros proibidos: alienação e manipulação;

. Massacre da noite de São Bartolomeu (24/08/1572) mais de 70 mil huguenotes –presbiterianos foram mortos na França;

. Retomada do Tribunal do Santo Ofício – A Inquisição pela Europa:

. Inquisição Medieval (1184);

. Inquisição Portuguesa (1536);

. Inquisição Espanhola (1478);

. Inquisição Romana “Congregação as Sacra Romana (1542); transformou-se em;

. Sacra Congregação do Santo Ofício – Papa Pio X (1908); Transformou-se em; e,

. Congregação Para Doutrina da Fé – Papa Paulo VI (1965). Em vigor no Vaticano.

 

 . A Renascença Italiana ou Renascimento (Séc. XIV a XVI) A transição da Idade Média à Idade moderna – grandes transformações e cultura na Europa;

 . O Iluminismo ou Esclarecimento: Movimento cultural europeu, cujo epicentro foi à França e destacam-se: Voltaire (1694-1778); Montesquieu (1689 – 1775) e D. Diderot (1713-1784);

 

+ A Revolução Científica do Séc. XVII – “O silêncio desses espaços infinitos me apavora” (Pascal);

.Racionalismo: O poder exclusivo da razão de discernir, distinguir e comparar;

.Antropocentrismo: O homem moderno coloca a sim próprio no centro dos interesses e decisões;

.Saber Ativo: Em oposição ao saber contemplativo, o saber ativo com base na realidade observada e submetida a experimentações – (Galileu, Kepler e Newton);

 

+ A Física na Idade Moderna: “O que é, exatamente por ser tal como é, não vai ficar tal como está.” (Brecht)

. Galileu Galilei (1564-1642), italiano, astrônomo, físico – Uma vida marcada por perseguição política e religiosa por defender a substituição do modelo aristotélico e ptolomaico do mundo (geocentrismo) pelo modelo corpenicano (heliocentrismo);

.Teoria heliocentrismo: Nicolau Copérnico e os Monges Copistas (1514);

.Galileu Galilei defende a tesa sendo condenado pelo Tribunal do Santo Ofício;

+O DEUS QUE INTERVÉM: Josué orou e o sol se deteve e a lua parou? Sim, não importa a ordem dos fatores, Josué e o povo precisavam de tempo, apenas. (Js. 10: 12-15) Josué não tinha conhecimento de “Rotação” e “Translação”. Josué conhecia e bem, o Deus que intervém!

 

+O Absolutismo (Séc. XVI a XVII), na Europa – O poder absoluto dos monarcas;

. Tomas Robbes (588 -1679) O Leviatã – Estado Forte – “No Estado de Natureza, éramos homens; No Contrato/Estado, somos cidadãos”;

. John Locke – Contratualista Pleno – Pai do Liberalismo (1632 -1704);

 

+ Tratado de Westfália (1648), Por fim às guerras, estabelecer o domínio de limite de cada Estado em termo da escolha da religião;

 

+ OS TRÊS PODERES – Charles Louis de Secondat (Montesquieu – 1689-1755), Filósofo, escritor francês em sua obra – “O Espírito das Leis” dividiu os Três Poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário – descentralizando o poder de uma só mão.

 

+ Método Científico da Idade Moderna Séc. XVII – As teorias: A memória (história), a razão (filosofia e ciência) e a imaginação (poesia);  “À natureza não se vence, senão quando se lhe obedece.” – (Francis Bacon);

 

+ Problema do Conhecimento – Racionalismo e empirismo – Séc. XVII – (René Descartes 1596-1650), Filósofo, físico e matemático francês;

 

+ As Ciências após o Séc. XVII –  Desenvolvimentista:

. Newton (1642-1727) – A teoria da gravitação universal;

. Antoine Lavoisier (1743 – 1794) “Emprestou a metodologia da física, tornando a química uma ciência de medidas precisas. Serviu-se do termômetro e do barômetro;

. Jean J. Rousseau (1712 – 1778) – Contratualista Pleno – A Democracia Direta –

“O homem nasce livre e em toda parte se encontra acorrentado.” (Rousseau);

. Gottfriad Leibniz (1646 – 1716) Idealista e absolutista Alemão;

. Benedicti Spinoza (1632 – 1677), Metafísico nacionalista;

.George Berkeley (1685 – 1753) Idealista e ateísta – Ânglo-irlnadês;

. David Hume (1771 – 1776) Empirista e historiador escocês;

. Immanuel Kant (1724 – 1804) Alemão fundador da filosofia crítica;

.Jeremy Bentham (1748 – 1832), Utilitarista Inglês -“Prazer e a dor com a motivação da ação correta”;

 

+ Revolução Industrial do Séc. XVIII- Inglaterra: “Os filósofos não têm feito senão interpretar o mundo de diferentes maneiras; o que importa é transformá-lo” (Marx)

. Antes, o trabalho era artesanato e manual;

. Agora, a mecanização do sistema de produção;

.Espírito burguês Industrial, maiores lucros e menores custos;

.Crescimento populacional e o problema da escassez;

.Maior demanda de produtos e mercadorias.

 

+ A Teologia e as Ciências – Séc. XVIII: “Um pouco de ciência nos afasta de Deus. Muito, nos aproxima.” (Louis Paster)

 

  Liberalismo, Fundamentalismo e ortodoxia:

. O liberalismo: o iluminismo alemão pai do liberalismo teológico – Uma nova abordagem da Escritura em sua interpretação sob a perspectiva científica;

.A Bíblia é considerada um livro religioso comum;

.A aplicação de técnicas apuradas retiraria os “mitos” e o aspecto sobrenatural;

.A supressão dos ensinamentos morais práticos à humanidade;

.Otimistas em relação ao progresso científico e pessimistas em relação à Bíblia;

.Expoentes do liberalismo: Schleiermancher (1768-1834), Ritschl (1822-1889) e Harnack (1851-1930), alemães;

 

.O fundamentalismo: Caindo nos Extremos (Mat.15:1-11).

 . O crescimento do liberalismo teológico radical no Séc. XX, entre as principais denominações históricas dos Estados Unidos;

. Teólogos conservadores se coligaram para defender a fé cristã ante o liberalismo;

. De 1910 a 1915, nos Seminários e nas Igrejas uma série de Artigos em 12 volumes conhecidos como “Os Fundamentos”- pontos fundamentais da fé cristã;

. O movimento de oposição foi rotulado de “fundamentalistas” – vários calvinistas;

. Os fundamentalistas se associaram ao “dispensacionalismo” teológico;

. O afastamento de questões sociais e procedimentos sectários;

. A conotação de intransigência, intolerância e anti-intelectualismo.

 

. A Ortodoxia Teológica: “É mais fácil dividir um átomo do que quebrar um dogma.”    (Albert Einstein)

. A ortodoxia se distancia tanto do liberalismo quanto do fundamentalismo;

. O ortodoxo não se vê como melhor que os outros, antes ele se vê como um pecador que carece da graça e da misericórdia de Deus;

. O ortodoxo se vê sempre à necessidade de aprendizado no conhecer e viver a verdade;

 

. Confissão e Confessionalidade: “Não se pode amar verdadeiramente, senão em termos da verdade”: (Loyd-Jones).

. Confessionalidade como o oposto da laicidade ou laico (Séc. XVI);

. Nicolau Maquiavel (1469-1527) – Separa a política do que é própria da Religião;

.  O renascimento cultural: ausência do controle religioso na política, nas artes, na ciência e na educação;

. A Reforma Protestante: A separação entre o Estado e a Igreja;

.Confessionalidade como conjunto de crenças, princípios, símbolos e práticas;

. Confessionalidade cristrocêntrica – A confissão cristã em Cristo como Salvador e Senhor – O Ser humano é Ser confessional (Mat. 16: 13-17);

. Brasil um Estado Laico: desde 1924 – Não existe uma religião oficial no país; O Estado não interfere na Igreja e esta no Estado;

+ O Nascimento das Ciências Humanas: “Eu penso, logo existo” (Descartes)

.François Auguste Comte (1798 – 1857), francês, Filósofo e Sociólogo (Positivista)

. Sigmund Freud (1856 – 1939) Médico austríaco – Pai da Psicanálise;

 

+ A Filosofia e as Ciências: “Ciência sem consciência não é senão a morte da alma”. (Montaigne);

+ A Crítica do Estado Burguês: “O importante não é o que fazem do homem, mas o que ele faz do que fizeram dele.” (Sartre)

.Carl Marx (1818 – 1883) Alemão, cientista, filósofo, economista, revolucionário.

.Luidwig Feuerbach (1804 – 1872) “O homem é aquilo que come” (Feuerbach);

. Max Weber (1864 – 1920) Uns dos pais da Sociologia moderna;

.Êmile Durkheim (1858 – 1917) Uns dos pais da Sociologia moderna;

.Friedrich Nietzsche (1844 – 1900), Uma crítica radical à moral;

.Ivan Pavlov (1849 – 1936), Rússia, médico e fisiologista –Teoria do “reflexo condicionado” – Prêmio Nobel (1904);

.Jean Piaget (1896 – 1980) Suíço, epistemológico, psicólogo, educador e pensador;

         (Novas hipóteses sobre a origem da cognição humana: Inteligência e afetividade)

 

+ PÓS MODERNISMO – (Séc. XX) Condição Sócio-cultural e Estética predominam;

 François Lyotard (1924 – 1998) e J. Baudrillard (1929 – 2007);

 

+ O MUNDO EM EBOLIÇÃO – A convulsão geopolítica e a globalização:

. 1ª Guerra Mundial: (28/07/1914 a 1918) Questões políticas imperialistas – Guerra centrada na Europa;

. 2ª Guerra Mundial: Modificou a estrutura social mundial – Guerra total: Os aliados e o eixo – mais 70 milhões de mortes;

 

+ Acordos de Bretton Woods (Julho de 1946) Criação do Banco Mundial e do FMI – Fundo Monetário Internacional – “Socorro ao mundo pós-guerra”;

+ONU – Organização das Nações Unidas – 1946: após a 2ª guerra – Fundada em substituição a “liga das nações”, com objetivo de deter as guerras e criar plataforma de diálogo – Necessidade de reformulação estrutural – Brasil postula a condição de membro permanente;

+ Declaração Universal dos Direitos Humanos e do cidadão: (Dez. de 1948):

 

O Tamanho de um País não é medido pela sua extensão geográfica e sim, pelo caráter de seu povo.

 

+ BRASIL O PAÍS PROMISSOR: “E eu não tenho Pátria; eu tenho mádria; eu quero é frátria” (Caetano Veloso);

Brasil Colônia: Tentativas de implantação da fé reformada presbiteriana – franceses (1555 – Rio de Janeiro) e holandeses (1636 – Pernambuco); suplantados pelo fogo inquisitorial;

Brasil Império: Estabelecimento da Igreja Presbiteriana em solo brasileiro (12/08/1859 – Rio de Janeiro com o Miss. Ashbel Green Simonton) norte americano;

 

+ Primeira Igreja Presbiteriana no Brasil – Catedral Presbiteriana do Rio (12/01/1862 – na Rua do Ouvidor, nº 31 – 2º andar; Hoje na Rua Silva Jardim nº 23 –Praça Tiradentes – Centro;

 

+ Organização Oficial da Igreja Presbiteriana do Brasil – Foi Publicado no Diário Oficial do Império do Brasil (11/10/1872) – Princesa Leopoldina;

 .1º Ministro Evangélico brasileiro: Rev. José Manoel da Conceição (17/12/1865) O ex-Padre, ao serviço do Reino de Deus e da Igreja de Jesus Cristo;

 .1º Seminário Teológico da América Latina – Seminário Presbiteriano do Sul- Campinas/SP;

 

 + Brasil República: Estado Novo (Pres. Getúlio Vargas e Vice Café Filho, presbiteriano do Rio Grande do Norte).

.Sistema de governo Parlamentarismo;

.Sistema de governo Presidencialismo;

.Presidente Getúlio Vargas: CSN (Companhia Siderúrgica Nacional-RJ) e a Petrobrás. Hoje, ambas, umas das maiores do mundo.

.Cidadania e Direitos Políticos e Direitos Trabalhistas Consagrados e hoje são 10 (Dez) Direitos trabalhistas que você precisa conhecer;

.A morte de Getúlio Vargas- suicídio;

.Assume a presidência da República: Pres. Café Filho.

 

+ Brasil Militarizado – Governo Militar (1/4/1964 – 15/3/1985) – Se foi um “mal necessário” a sentir, removido esse mal, o pior mal haveria de vir “  – Eu fiz parte; e ouvi e vi.       (Rev. Mario Ramos);

 

+ Diretas Já: Liberdade e Democracia no Brasil:

 . Movimento popular por eleições presidenciais diretas entre 1983/1984;

.1º Presidente Civil – José Sarney, após 21 anos de Regime Militar – José Sarney, o qual fora o vice na chapa de Tancredo Neves, que faleceu logo após a eleição;

 

+ ECO/92- RIO/92: (3 a 14 de Junho) – “À natureza não se vence, senão quando se lhe obedece.” (Francis Bacon)

. Desenvolvimento sustentável.

.A Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento;

. Mais de 100 (cem) chefes de Estados buscam meios de desenvolvimento socioeconômico com a conservação e preservação dos ecos-sistema da terra;

.Reconheceu a necessidade de os países em desenvolvimento receberem apoio financeiro e tecnológico para avançarem em direção do desenvolvimento sustentável;

. Principal documento produzido: Agenda 21;

 

+ A RIO + 20 – (13 a 22 de Junho): Com o objetivo de discutir sobre a renovação do compromisso político com o desenvolvimento sustentável.

 

+ Celebrando Deus Com o Planeta Terra: Na Eco/92, Foi uma manifestação do povo de Deus, cerca de 960 mil evangélicos, na Cinelândia/RJ, em prol do Planeta terra, com caminhada, concentração e culto ao ar livre: Preletores: Rev. Caio Fábio, Pr. Geziel Gomes e Pr. Nilson do A. Fanini. Tive o privilégio de participar da Comissão de Organização deste Evento.

 

.35º Presidente da República Federativa do Brasil – Pres. Luis Inácio Lula da Silva (1/1/2003 -2011);

. O Presidente mais popular do Brasil e no período do mandato, do mundo;

.Co-fundador e Presidente de honra do seu partido – o PT;

. Fome Zero e Bolsa Família – a marca de seu governo;

.Consolidou o Real, como moeda, e lhe deu um “espírito renovado”;

.Resgatou a dignidade dos brasileiros perante o mundo como nação e Estado Soberano (Interferência internacional – FMI);

.Destaque nas relações internacionais: Programa Nuclear do Irã e Aquecimento global;

. Foi considerado pela revista Time uma das 100 pessoas mais influentes do mundo em 2010;

. Teve o prestígio de eleger a sua candidata a sucessão da presidência – Dilma;

.Deixou o governo com a maior popularidade entre todos, com a fama de ter sido o melhor presidente do Brasil;

. Constituição Federal (1988);

.Reformulação dos Códigos (2002);

.Amadurece a Democracia na Educação;

.A Consolidação do Evangelho Pátrio;

.Estabilidade Econômica;

.Democratização do Ensino Superior e Tecnológico (Enem, Pro-Uni, APEC/415/05-Fundeb, Aprovação da Lei nº 10.832/03 – Salário-Educação, Fies – Financiamento Estudantil etc.);

.Descobertas e progressos: O Pré-sal;

. Incremento na geração de empregos;

.Credibilidade no cenário internacional;

.Energia: New York Times cita Brasil como exemplo de auto-suficiência.

 

+ Prospectivas Globais: “Muito pode, por sua eficácia, a oração do justo.” (Tg. 5:16c)

 

O MUNDO EM XEQUE!

. A Nova Ordem:  Globalização – Blocos Econômicos – Meio Ambiente – Terrorismo  – A Volta da Guerra Fria – Bipolarização da Política Internacional – Crimes de Guerra – Flagelo Humanitário – Arsenal Nuclear – 3ª Guerra Mundial – 2ª Volta de Cristo:

 

>< A minha posição pessoal sobre ideias e ideais:

 

1 – Fim do Estado Laico e a Retenção à Escalada do Mal: Foi aprovada no dia 27/03/2013, pelo Congresso nacional e a Casa do Senado e Promulgado pelo Presidente da República a PEC, 99/11, que acrescentou ao Art. 103 da Constituição Federal o Inciso “X”, a capacidade postulatória das Associações Religiosas, para propor à ação de inconstitucionalidade e ação declaratória de constitucionalidade de leis aos atos normativos, perante a Constituição Federal.

-Autores incluídos:

.CNBB – Confederação Nacional dos Bispos do Brasil;

. CBB – Convenção Batista Brasileira; 

. SC/IPB – Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana do Brasil;

2 – Unificação de todas as Igrejas Presbiterianas no Brasil;

3 –  Ordenação do sexo feminino ao diaconato, presbiterato e Pastorado;

3 –  Ecumenismo entre todas às Igrejas evangélicas históricas;

4 – Desestatização Total do Sistema Prisional – Privatização;

5 – Reconhecimento do Estado Palestino, sendo a Jerusalém Oriental, uma Zona  Neutra, Patrimônio Histórico Internacional, administrado por Israel (O Muro das Lamentações e o futuro 3º Templo). E a área ampla ocupada pelo (Domo da Rocha – Mesquita muçulmana) administração pelos palestinos. E Jerusalém Ocidental, como capital do estado palestino;

5- Concessão da Amazônia Legal – incluindo o mineral água doce;

6 – Novo Modelo Ideológico: A Solidariedade. Esta falta ameaça a Democracia;

7 – Imigração moderna no Séc. XXI, no Brasil – somente a trabalho e de caráter temporário;

8 – Investimento na Educação: De 1,5% do PIB e por Estado de 35 % e mais recursos dos royalties do pré-sal, no setor educacional, a todos os Estados da Federação;

9 – Questões Relacionadas às minorias (CDHM) – exige firmeza doutrinária e um teologia moral;

10 – Necessidade de afirmação cristocêntrico num mundo de escassez;

11 – Fim da era do capitalismo: Tese, Síntese e Antítese Hegeliana – uma nova ordem mundial em marcha;

12 – Desativação em 50% das Usinas Nucleares, por país, num período de 10 anos e fim deste tipo de energia – processo de envelhecimento dos reatores;

13 – Quebra do monopólio de Satélites nas mãos americanas: Immasart e Intelsart;

14 –  Internet: revolução e transformação – um futuro breve de crise institucional, empresas, família, emprego (afastamento e isolamento das pessoas). O mundo real passou a tédio diante do mundo virtual;

15 – Ciência, tecnologia, inovação e recursos hídricos: água um recurso estratégico em exportação. O Brasil detém 17% da água doce do planeta. A água engarrafada em três décadas alcança a taxa anual média de 7% num mercado que já movimenta entre US$ 25 a US$ 35 bilhões, anualmente;

26 – A escalada de refugiados de crimes de guerra pelo mundo afora;

27 – A volta da guerra fria com arsenal nuclear e uso de armas químicas;

28 – O prenúncio milenar de choque sócio-econômico, político e religioso árabe/ israelenses;

29 – A grande ameaça da volta do ecumenismo religioso sob à bandeira Romana sob o único chefe da Igreja – o Papa de Roma;

30 – O Desmanche do Estado Democrático e da democracia na América Latina e o populismo de direita no mundo;

31 – O avanço sem limites da tecnologia, da ciência e dos experimentos biológicos, na contra mão da ética cristã;

32 – O Planeta terra com mais 7 bilhões pessoas, sendo 1/3 destes, privados do básico a sua sobre existência.

 

 

 

“…de uma classe que já disse tudo que tinha de dizer pela boca da história.”

(Paulo Leminski, Museu do Olho – Curitiba/PR)

 

 

 

Curitiba-PR, 05 de Maio de 2013.

 

 

Rev. Mário Ramos

Pastor das Igreja Presbiteriana do Tatuquara – Curitiba/PR

Pastor Presbiteriano do Brasil

rev.marioramos@gmail.com

(41) 99101-7422 ( WhatS – Vivo)   // 99735-3008 (T)

 

 

.

 

.

 

 

 

 

 

 

 

 

.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com