O PROFETA E O LIVRINHO

BOLETIM DOMINICAL – 03 DE JULHO DE 2011

O PROFETA E O LIVRINHO – Ap. 10: 1-11

Soaram as seis trombetas! Aguardemos com expectativa a sétima (Ap.11:15). Novo interlúdio, aparece na programação do juízo divino, no período da Grande Tribulação. Antes de soar a sétima trombeta da ira de Deus, a última delas, João viu, em visão, “outro anjo forte descendo do céu”. Embora a descrição aponte para a figura de Jesus, todavia, acredito eu que não O seja, e sim, “…outro anjo forte…”(v. 1). Vemos que este anjo jura por alguém superior a ele mesmo. Por aquele que criou o céu, a terra e o mar. Portanto, este anjo não era o Senhor, mas Jesus é o Senhor, Criador dos céus e da terra – junto com o Pai (Col. 1:12-19). Existem anjos de muito poder. O que anunciou a sentença final de Babilônia (Ap.18:1). Os anjos têm um papel muito importante no juízo Apocalíptico. Alguns são revestidos de majestade e autoridade quase divinas. A exemplo desse “anjo forte… (vs.1-2). Se a nuvem é sinal de juízo divino, de tempestade, de ira, mas o arco íris, fála-nos da misericórdia que ainda permanecia na missão do anjo à terra. Esse é mais um fato a comprovar que a igreja de Jesus já estará no céu nesse tempo. “E POS PÉ DIREITO SOBRE MAR E O PÉ ESQUERDO SOBRE A TERRA (v.2) O pôr o pé em certo lugar significava tomar posse daquele lugar (Det. 11:24; Jos.1:3: Sl.8:6). Se ao Anticristo, foi permitido agir livre, solto e com o poder de enganar o mundo inteiro, na 70ª semana de Daniel – os 07 anos de Tribulação (Dn. 9:27), esse anjo forte, põe os seus pés um sobre o mar e outro sobre a terra – à plenitude do universo, mostrando que toda a terra pertence a Cristo. Nunca é demais lembrar que as “bestas” emergirão do mar e da terra, portanto, debaixo dos pés de Cristo (Ap.13). “E CLAMOU…GRANDE VOZ, COMO BRAMA O LEÃO(v.3). Não foi um grito de angústia ou temor, mas um brado de poder, de vingança sobre Seus inimigos, os quais usurparam o domínio da terra. Deus tem pressa em resgatar a terra dessa situação de escravidão das garras de Satanás – “JÁ NÃO HAVERÁ DEMORA”(v.6) Mas é no tocar da sétima trombeta que vai se cumprir o mistério que Deus anunciou aos seus servos, os profetas (Ap.11:15). JOÃO COME O LIVRINHO: (vs.8-10) ”Comi-o; e na minha boca era doce como o mel; e havendo-o comido, o meu ventre ficou amargo” Em Ezequiel 2:8; 3:15, o rolo (livro) era doce e ao mesmo tempo fel. Essa mensagem é de restauração da herança do povo de Deus na terra (doce), mas as cenas de sangue, perseguição, e martírio (amargosa).”IMPORTA QUE PROFETIZES” (v.11). Mesmo no tempo das seis trombetas, profetizar sim, como se encontram nos caps. 11-22, isto é, até a consumação total de todo o resgate e juízo de Deus. Rev. Mário Ramos