O NATAL E O SEGUNDO ADVENTO

Nº 223 –  BOLETIM DOMINICAL – 08 DEZEMBRO DE 2019

O NATAL E O SEGUNDO ADVENTO  –  Mateus 1:18-25

Na perspectiva Escatológica Judaica, para o filósofo Judeu Maimônides, no Século XII, e contido até hoje no Livro de Orações, afirma: “Acredito com plena fé na vinda do Messias. E, embora ele demore, esperarei diariamente pela sua chegada.” Ele esclarece: “Não aceitamos Cristo como o Messias…porque o Reino de Deus, que aguardamos com tanta ansiedade, ainda não se manifestou.” Para nós é sempre bom e oportuno ver o Natal de Cristo hoje, na dimensão e na perspectiva do Segundo Advento. Se o Judeu não crê, nós cremos e tomamos posse da bênção prometida aos nossos pais: Abraão, Isaque e Jacó. As profecias bíblicas cumprem e se renovam. Eis porque o Messias já veio, o Reino já foi inaugurado, já está presente, mas ainda não plenamente estabelecido; e nós oramos: “Venha ao teu Reino”!. O Messias já veio, Ele veio e habita conosco em nssa casa. Porém, aguardamos pela fé a ERA Messsiânica. Natal é advento, natal é vinda, é chegada. Os teólogos reformados fizeram muita ligação entre a escatologia, a soteriologia e a eclesiologia. O Cristo – o Messias de Deus veio habitar (Jo.1:14). O seu NATAL É DEUS CONOSCO – “Ele veio ao nosso encontro, se fez carne e habitou entre nós”. Assumiu a nossa humanidade para restaurá-nos à dignidade de Filhos. Deus conosco, Deus presente, Deus encarnado. NATAL, É DEUS CONOSCO HOMENS – Deus entrou em nossa história e modificou o curso. Natal é tempo de mudança. Cristo vive em mim, eu cresço nEle e isto é Natal. NATAL, É DEUS CONOSCO PECADORES – Fica um pouco mais ´serio e delicado saber que Cristo é Emanuel: Deus conosco homens e agora Deus conosco pecadores. Deus deixou a sua glória e veio até nós, movido de amor e de compaixão pela desgraçada sorte da humanidade incrédula e iníquoa. Jesus sem pecado: Ele foi identificado com os pecadores, mas não pecou. Jesus morreu como nosso substituto na cruz por nossos pecados e ressuscitou para a nossa justificação. Quando voce crê, aceita e recebe a Cristo, os méritos e as graças  de Cristo Jesus são transferidos para voce e os seus pecados são transferidos para Jesus, (Rm. 5:1-12), que, mediante a sua morte expiatória e pelo seu sangue, “o lava, limpa e purifica de todo o pecado.” Aquele que não entende o significado real do Natal, mesmo sem querer, está desmerecendo o DOM gratutito de Deus que nos amou, que nos perdoou e que nos deu a vida eterna. É NATAL! É tempo de prostrar e adorar. Este é o real espírito do Natal de Jesus; solenidade, singeleza, humildade, alegria, paz, justiça, boa vontade entre os homens são as marcas distintivas do cristão, não apenas no Natal, mas sempre. Neste Natal fique com Jesus! Celebre-O. Faça-O presente na sua casa, sua vida, no seu coração, na sua família, nos seus negócios. É sempre bom e ainda melhor lembrar que o “Natal é Deus conosco” na dimensão horizontal, vertical e Comunitária. Dê o seu presente a Jesus, você!  Rev. Mario

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com