O LIVRO DA VIDA!

Nº 219 –  BOLETIM DOMINICAL – 10 NOVEMBRO DE 2019

O LIVRO DA VIDA! –  Apoc. 20: 11-15

O Livro Vidas Secas é o título do romance do escritor brasileiro Graciliano Ramos, publicado em 1938, considerado um dos mais lidos, o qual, retrata a vida de pessoas que vivem  no setão brasileiro e o sacrificio delas para sobreviver. A estiagem e o terreno sáfaro é cruel à existência. A chuva seródia da Graça de Deus é vida. É preciso reconhecer. É preciso agradecer! O nosso texto retrata o juizo final. Todos comparecerão perante o Grande Trono Branco, uns para ouvir: “Vinde, benditos de meu Pai”; outros, “Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos” (Mt. 25:34 e 41). Assim como o Próprio Deus as coisas no céu paracem não haver mudanças. Nâo há modernidade. O mundo tecnológico, científico e informático não se fazem presentes à glória celestial. Lá ainda permanece os Livros e seus respectivos registros inapagáveis e indestrutíveis. Segundo os livros, haverá somente duas classes de pessoas: os salvos e os perdidos. Os “Livros” têm o registro dos nomes e das obras dos homens. No Livro da Vida estão anotados os salvos. Há muitas pessoas de caracter tão misto e de vida tão duvidosa que não saberíamos onde arrolá-las. Na galeria ou nas nuvens elas não estarão. Mas Deus o sabe! Veja que o texto fála-nos de dois tipos de livros. Primeiro, os livros que contêm as ações dos homens. O simbolismo ensina que no curso da nossa vida estamos escrevendo a história do nosso triunfo ou do nosso fracasso diante de Deus. Portanto, seja fiel a Deus e leal ao seu próximo. É uma espécie de diário secreto, de prontuário de Deus, com base no qual recebemos honra, recompensa, galardão; ou vingança e condenação do Altor da Vida no dia do juízo final. Desta forma, percebe-se que Deus nos julga pela maneira que decidimos viver. O segundo Livro é o Livro da Vida. Livro este tão mencionado na Biblia e na Igreja. É o livro no qual se acha inscritos e arrolados os nomes dos justos. Moisés suplica a Deus perdão para o seu povo, ou que seja o seu nome retirado do livro (Éx. 32:32). No Salmo das lamentações do Messias (Sl. 69:28), diz-se: “Sejam riscados do livro dos vivos e não tenha registro com os justos”. Em Is. 4:3, aparece uma rápida referência, “aos que estão inscritos em Jerusalém para a vida”. Veja ainda (Fp. 4:3; Ap. 3:5; e 13:8). Na antiguidade os soberanos tinham um livro onde escreviam os nomes dos cidadãos fiéis ao reino. Na simbologia bíblica e apocalíptica, os que têm os seus nomes escritos no Liivro da Vida são cidadãos ativos, fieís e gratos definitivo e completo. Todas as pessoas de todas as idades, “grandes e pequenos”, de todas as épócas e lugares, estrão ali e serão julgadas “segundo as suas obras, conforme o que se achava escrito no livro” (v.12).. Por fim, a morte e o inferno, juntamente com a besta, o falso profeta, a Babilônia, serão lançados para dentro do lago de fogo. Aceite a Cristo agora e tenha já o seu nome nesta Comunidade real e celestial inscrito no livro da vida.      Rev. Mario

 

 

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com