O DRAMA DO SOFRIMENTO HUMANO

BOLETIM DOMINICAL – 29 DE MAIO DE 2011

O DRAMA DO SOFRIMENTO HUMANOParte I – Ap. 6: 1-2

Sabemos que Cristo vai voltar! Ele prometeu e não tardará! Quando isso acontecerá? O que as Escrituras dizem a respeito? O que disse Jesus sobre o Dia da Sua 2ª Volta? O que disseram os profetas e os Apóstolos do Senhor? Você está interessado por este Dia do Senhor? Estamos nós no Tempo do FIM DO TEMPO? Por que tanta comoção universal? Enfim, Por que tantas previsões tolas sobre o fim do mundo? O vidente João, após ter entrado pela porta do céu e chegado até ao trono de Deus Pai, para ver “as cousas que hão de acontecer depois desta” (4:1), traz também o consolo ao coração dos fiéis quando lhe é mostrado o mundo celestial com a presença do povo redimido pelo sangue do Cordeiro no Cap.5. A igreja de Cristo já fora arrebatada. Entretanto, do Cap. 6 ao 19, deste livro, trata-se da GRANDE E HORRIVEL TRIBULAÇÃO que virá sobre a terra. Será tempo de terror e de grande aflição. Desde que mundo é mundo, e a história é a história, jamais haverá notícia de tanto terror e sofrimento (Ap. 6: 15-17). Por vezes encontro pessoas intrigadas sem saber aonde encontrar na Bíblia indicação desse período desolador. Precisamos, antes de mais nada abrir o livro de Daniel (9:24-27). Para Daniel o verdadeiro drama era as 70 semanas de sete (07) anos cada e não os 70 anos de cativeiro babilônico, que já estava no fim. SETENTA SEMANAS ESTÃO DETERMINADAS SOBRE O TEU POVO…” (Dn. 9:24). A contagem das 70 semanas começaria nos dias do Profeta. Daniel estava no ano 445 a.C., quando o Rei Artaxerxes baixa um decreto que Neemias pode iniciar a construção dos muros. Aí começa as 70 semanas proféticas. Já venceram 69 semanas, só falta uma e essa UMA é a da Grande Tribulação que se desenrola a partir deste Capítulo. “ SETE SEMANAS E + SESSENTA E DUAS SEMANAS…(Dn. 9:25) As 07 semanas, 49 anos, a reedificação de Jerusalém com angústia, depois mais 434 anos, (62) semanas até a vinda do Messias (Cristo). “Depois das 62 semanas, “o Ungido seria tirado, e não seria mais” (Dn.9:26) Cristo seria morto pelos pecados dos eleitos de Deus, e Jerusalém destruída pelo Gen. Tito. A conclusão final é: 483 anos das 69 semanas cumpridas, chega-se ao ano 29 d.C., que é a data da crucificação de Jesus e início da Sua igreja ou o Seu Reino. A partir da morte na cruz e sua ressurreição as 70 semanas foram interrompidas. A Igreja e o Evangelho entram como um parêntese na cronológica história divina. É o conhecido tempo da dispensação da graça salvadora de Cristo (Mt.24:22). Falta UMA semana. Esta Semana começará imediatamente após o arrebatamento da Igreja. Na 1ª metade dessa semana , ou seja, em três anos e meio, o Anticristo estará solto, vivo e ativo no planeta terra ( Dn. 9:27). Ele promoverá uma aparente paz! “Na METADE DA SEMANA FARÁ CESSAR O SACRIFÍCIO E A OFERTA…” (Dn.12:11). O Anticristo, deixará de lado a sua máscara de paz entre Judeus e àrabes nesse tempo e vai se assumir, perseguindo e matando sem dó e piedade com a guerra a todos que não o aceitam como deus(ele quer ser Deus). Perseguirá, tanto Judeus, como Árabes e Gentios que crerem no verdadeiro Cristo, nesta grande tribulação. Será o tempo da manifestação plena da “Trindade Satânica” com sedução, engano, traição e destruição (Ap. 16:13-14; e 13:1-18).

 

Rev. Mário Ramos