O AMOR DE DEUS

Nº 35 – BOLETIM DOMINICAL- 27 DE SETEMBRO DE 2015

O AMOR DE DEUS – João 3: 16-21

Nada mais amplo do que o amor de Deus; nada mais profundo; insondável e maravilhoso. Por mais que pensemos, falemos ou escrevamos não dará para esgotar o assunto. Até por que, Deus é amor! O amor de Deus é soberano. O amor de Deus permeia toda a obra da criação. A eleição de Isreal é fruto do amor de Deus. Deus o amou com amor eterno e com beniguinidade o atraiu, para renovar com ele, a nação, uma aliança de amor, de paz e de bem. A paz no coração do homem é o seu paraíso. O amor de Deus é demonstrado em Jesus Cristo. Isto porque o Senhor Jesus satisfez plenamente a justiça de Deus em obediência de morte, e morte de cruz, sendo Ele o nosso substituto. Desta forma, tendo por base a justiça de Jesus, Deus em Cristo, entra numa relação de amor eterno com todos que crêem no Seu Filho Jesus. Ou seja, somente, por meio de Jeus Cristo, Deus nos concede o seu amor. Portanto, Jeus é a mais altissonante declaração de amor de Deus feita ao mundo. Uma declaração unilateral, corajosa e fundamental. O mundo poderia não enteder, e nem receber o amor de Deus. Em parte, isto até aconteceu: “Veio para o que era seu, e os seus não o receberam” (Jo. 1:11). Esta rejeição do Messias, expressão maior do amor e cuidado de Deus veio a significar o ingresso dos gentios: “Mas a todos quantos o receberam, deu-lhes o pode de serem feitos filhos de Deus; a saber: os que crêem no seu nome (Jo.1:12). É assim, por esta razão, que eu e voce nos tornamos filhos de Deus por adoção em Jesus Cristo. Ou seja, por crer e confessar a Jesus como Senhor e Salvador Único e Pessoal. A origem e a iniciativa de toda salvação se encontram em Deus. Foi Deus mesmo quem enviou seu Filho Unigênito ao mundo. E por que O enviou? Porque Ele ama as pessoas. A força motriz do ser de Deus é o amor. A grande motivação para intervir no início, na preservação, no governo e nas obras da providência, é o amor. Ainda mais, na Encarnação do Verbo de Deus para a Redenção do homem, na natureza e da História é uma gesto pensado de amor. O amor que perdoa, que redime, que restaura, que salva é o amor de Deus. Saiba que Deus o ama e nós tambem.     Rev. Mario