FUNÇÕES DINÂMICAS DA IGREJA: EVANGELIZAÇÃO

Nº  103  BOLETIM DOMINICAL- 11 DE JUNHO DE 2017

FUNÇÕES DINÂMICAS DA IGREJA: EVANGELIZAÇÃO – Atos 1:1-14

Igreja que não evangeliza, estar correndo um sério risco de ser “evangelizada”; ou, simplesmente, morrer! Mais do que saber e estar consciente pela responsabilidade dos perdidos é sair à evangelização. A igreja não pode e nem deve transferir e nem adiar esta tarefa de natureza imperiosa e urgente. A Evangelização da igreja atende a três necessidades básicas: 1 – Manter-se viva, operosa e atraente; 2 – Cumprir a sua função mais premente: Falar de Jesus Cristo; e 3 – Crescer na graça e no conhecimento: O crescimento holístico – integral e integrado. Neste particular, é a igreja experimentar o crescimento quantitativo e qualitativo. O Crescimento que vem de Deus. “Eu plantei, Apolo regou, mas o crescimento veio de Deus”. ( 1 Cor. 3:6). Acredite nisto: Quem não evangeliza acaba sendo “evangelizado” por alguém. Vemos por vezes pessoas saindo de nossa família da fé e buscando para si novas experiências ou até mesmo novidades. A porta dos fundos ou de saída é um caso a ser considerado seriamente, e isso pode ter a ver com voce. Os métodos serão sempre os mesmos empregados pela igreja primitiva conforme Atos dos Apóstolos e direção-ação do Deus Espírito Santo. É bom não confundirmos metodologismo com evangelismo. São coisas diferentes e que atendem a fins bem diferentes. Somos a igreja de Jesus Cristo e dEle recebemos essa incumbência de levar as Boas Novas de salvação. É claro, que precisamos planejar, organizar e executar tal tarefa, atentando para as condições de cada igreja, o seu perfil, recursos material e humano, aplicando as condições favoráveis e os pontos positivos de sua região. A mensagem não muda, mas os métodos, sim. Estes métodos podem e devem ser atualizados. Não se pode crescer a qualquer preço. Igreja não é uma empresa. O seu Pastor, não é um empreendedor de negócios. Não buscamos coisas e sim, pessoas – as ovelhas perdidas que pertencem a Jesus. A nossa missão é pregar, ensinar, fazer discípulos e curar toda sorte de enfermidades do corpo e da alma. Mas, a conversão é obra do Espírito Santo. Façamos a nossa parte. Vamos semear é o nosso dever. Sejamos fieis!      Rev. Mario Ramos