ENVIA-ME A MIM!

Nº 247 –  BOLETIM DOMINICAL – 21 DE JUNHO DE 2020

ENVIA-ME A MIM! – Isaías 6:1-13

Eis a interrogação do Deus pioneiro das Boas Novas:”A quem enviarei, e quem há de ir por nós? A resposta veio imediato: “eis-me aqui, eniva-me a mim” (v.8). Mesmo num silêncio tétrico, horrível e fúnebre da Igreja no Brasil, o Deus Vivo, amoroso e gracioso continua no Seu Trono. Há uma falsa impressão de que nenhuma falta faz a igreja fechada. Deus, o pioneiro da Missão redentora em Jesus continua a chamar. O Evangelho é uma tarefa inacabada. O Reino de Deus tem muito a conquistar. O Rev. Benjamim L. Araujo Cesar, de saudosa memorária, respondeu ao chamado divino em seu tempo. Tal como o profeta Isaías, ele respondeu:  “Eis-me aqui, envia-me”, louvando: “Nem sempre será para onde eu quiser que o Mestre me quer enviar”! N.C 284 – “Betânia”, não! Campos, sim! Era 30 de Junho de 1928, há 92 anos. A Igreja Presbiteriana Central de Campos foi organizada em 1877, havendo 20 anos  fechada, pois que, à Providência divina não coadunou a prudência humana. Com sua esposa, Elvira M. Cesar,foram oficialmente, os pioneiros do Presbiterianismo no Norte Fluminense, por determinação de Deus e do seu Presbitério Leste Fluminense. Toda a família já com seus seis filhos, dedicada ao Senhor e a serviço do Seu Reino: Júnia, Marline, Kléos, Éber, Elben e Clebem. Os filhos homens todos Pastores de Deus. Sabemos que a visão missionária e o ardor evangelístico são as evidências maiores da conversão genuina. Somente vidas transformadas têm a autoridade necessária para serem veículos autênticos para transformar outras vidas. Cabe o aforismo, tanto quanto importante é ter doutrina certa, é ter vida correta. A mensagem é fertilíssima em lições práticas.  A visão e o chamado de Isaías é tecnicamente chamada de “incubação”. O profeta de Deus está no Templo. Fica no Templo. Medita e dorme no Templo. No Templo, Isaías espera pelo Senhor. Ele vê e ouve o Senhor a lhe chamar, e conversa com Deus. Ao voce ler com propósito os (vs.6-8), Deus está renovando a sua visão e o seu chamado. Era um tempo de crise. Assim como hoje no Brasil, uma crise política e econômica sem precedentes e mais, conflito entre as Instituições e ameaças a democracia. Na verdade, o processo civilizatório no Brasil foi interrompido. As igrejas estão fechadas. Líderes das grandes demoninações estão calados. Pregadores midiáticos estão omissos. Lives fora do contexto. Denunciar o peca-do e anunciar a justiça é a base da voz altiva profética (Nieburhr). Nos dias do Profeta Isaías,o rei de Israel havia morrido, o trono estava vazio na visão do povo, mas não na visão do profeta Isaías, pois, este não era profeta por conveniência, por interesse e compromissado com o sistema. A visão de Isaías, foi a visão do Seu Deus e não a do rei, da política e de seus interesses pessoais. “Ele viu o Senhor assentado num alto e sublime trono” (v.1). “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos! Não. A vida do profeta e de Israel falam de uma relação intimista com Jeová. O Deus Filho, encarnou-Se, veio habitar conosco em nossos corações.  Ele veio falar através de nós! Responda com fé e firmeza:”envia-me“. Rev. Mario