DISCIPLINA E CRESCIMENTO DA IGREJA

Nº  105  BOLETIM DOMINICAL- 25 DE JUNHO DE 2017

DISCIPLINA E CRESCIMENTO DA IGREJA – Mat. 18:15-20

O crescimento integral e integrado da igreja é de interesse de todos. Não é pecado algum querer que sua igreja cresça de forma holística. Porém, quase não se fala sobre a disciplina na igreja como uma das condições de crescimento, sólido, seguro e saudável. A igreja como comunidade terapêutica tem a responsabilidade de tratar os membros que estão doentes, buscando a restauração da saúde espiritual. A igreja viva leva a sério a questão da disciplina eclesiástica, porém, sem prescindir do amor àquele que caiu. A disciplina da igreja deve ser tratada como uma questão formal de doutrina e de governo. A razão de ser da disciplina está relacionada diretamente ao crescimento saudável da igreja. E visam: 1) Aos propósitos terapêuticos; 2) As ações terapêuticas; 3) Aos resultados terapêuticos. O exercício amoroso e curativo da disciplina é uma das marcas distintivas da Igreja. Igreja sem disciplina morre; igreja com excesso de disciplina, mata. É preciso equilíbrio nesta ministração. Muito amor, firmeza, decisões corajosas, sempre aplicando a Palavra de Deus. Jesus,  oferece o Manual e a forma como deve ser aplicada a disciplina visando à restauração e reintegração do faltoso na família da fé. Em Mat. 18:15-20; em associação com Deut. 19:15. Atrevo a afirmar que a igreja ou o Pastor que aplicar estes princípios bíblicos para uma disciplina curativa e não punitiva, a igreja terá como resposta o crescimento. Á luz da Palavra de Deus como fazer e como agir: a) Ação Privada: é a tentativa pessoal. (V.15) b) Ação Compartilhada: duas ou três testemunhas (V.16); c) Ação Formal: levado o caso à igreja –o Conselho (V.17); e d) Ação Cirúrgica: É um passo drástico, porém, necessário a paz e ao crescimento saudável da igreja. (v.17.b). Nossa IPB muito pecou nos seus exageros no passado de nossa história. A disciplina é a expressão terapêutica da Igreja. É a Paternidade de Deus em ação. (Heb.12:6-11).         Rev. Mario