CRESCENDO ATRAVES DO DISCIPULADO

Nº 60 – BOLETIM DOMINICAL- 26 DE JUNHO DE 2016

CRESCENDO ATRAVES DO DISCIPULADO – 2 TM. 2: 1-13

A Igreja age fechando a porta dos fundos, a evasão de seus membros, quando leva a  sério o Discipulado. Por vezes, a pessoa se filia a Igreja sem ter necessariamente, chegado a Jesus Cristo. Facilmente entra mas tambem sai da Igreja. O Discipulado não é uma opção, é uma ordem do Senhor Jesus. Ele disse: “ Ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os e ensinando-os,…e eis que estou convosco…” (Mt. 28:18-20). A Igreja crece através do discipulado, e o crente  é abençoado por odebecer a Jesus. O Apóstolo Paulo ensina o princípio  do discipulado ao seu filho na fé, Timóteo dizendo-lhe: “ E o que de minha parte ouviste, transmite a homens fiéis e tambem idôneos para instruir a outros”. Isto é Discipulado! É pessoal, um a um e tem o efeito multiplicador, pense nisto! O método em si é simples. Voce toma um conjunto de lições, Doze ao todo. O Rev. Mário já preparou. Encontre uma pessoa vizinha ou colega de trabalho, de escola ou de Curso e connvida-a para juntos estudarem a Bíblia. Quando cada discipulado se torna em um discipulador, acontece a profgressão geométrica e a  Igreja cresce e se multiplica. Todos somos abençoados! O conteúdo dos estudo é a Bíblia, orientando cada pessoa passo a passo no caminho da fé. O discipulado passa a ser um estilo de vida, não é algo episódico. Uma vez discipulo de Cristo, para sempre discípulo. “Aquele que vem a mim, de modo nenhum eu o lançarei fora…” No processo de crescimento da Igreja, ao discipulado acrescenta-se o estudo mais aprofundado e o compartilhamento em Pequenos Grupos na Comunidade, e como decorrência a Plantação de Igrejas. A opção pelo discipulado não exclui os outros métodos bíblicos, éticos, válidos e eficientes de evangelização. O nosso alvo é o crescimento da Igreja, a nossa grande motivação é a paixão pelas almas sem Cristo. O Apóstolo Paulo diz que: “Tudo suporto por causa dos eleitos” ( 2 Tm. 2:10). Paulo, revela uma convicção Presbiteriana e Calvinista nesta passagem ao se referir aos “Eleitos”. No discipulado não se deve forçar a ninguém vir para a sua Igreja e sim a Cristo Jesus. O discipulado é o corpo a corpo da fé.    Rev. Mario Ramos