CASAMENTO E SUAS VARIÁVEIS

CASAMENTO E SUAS VARIÁVEIS

EU QUERO SABER!

O QUE A BÍLBIA DIZ SOBRE O CASAMENTO? O QUE ENSINAMOS,  O QUE PREGRAMOS E COMO CELEBRAMOS AQUI? QUAL É A POSIÇÃO DE NOSSA DENOMINAÇÃO?

PRERROGATIVA DOS PRESBITÉRIOS E CASAMENTO

CE-SC/IPB-2007-MAIO – DOC. CXXXVII – QUANTO AO DOCUMENTO 130 – RESOLVE: Manter como PRERROGATIVA dos Presbitérios a análise e julgamento dos casos de sua jurisdição, conforme preceitua o Art. 88 da CI/IPB.

A CONFISSÃO DE FÉ DE WESTMINSTER E O CASAMENTO

I – O casamento deve ser entre um homem e uma mulher; ao homem não é lícito ter mais de uma mulher nem à mulher mais de um marido, ao mesmo tempo. (Gen. 2:24; Mat. 19:4-6; Rom. 7:3);

II – O matrimônio foi ordenado para o mútuo auxílio de marido e mulher, para a propagação da raça humana por uma sucessão legítima e da Igreja por uma semente santa, a para impedir a impureza. (Gen. 2:18, e 9:1; Mal. 2:15; I Cor. 7:2,9);

III – A Todos que São Capazes de dar um consentimento ajuizado, é licito casar; mas é dever do cristão casar somente no Senhor;… (Heb. 13:4: I Tm. 4:3; Gen. 24: 57-58; I Cor. 7:39; II Cor. 6:14).

IV – Não devem casar-se as pessoas entre as quais existem os graus de consanguinidade ou afinidades proibidos na Palavra de Deus, tais como casamento incestuosos jamais poderão tornar-se lícitos pelas leis humanas ou consentimento das partes, de modo  PODEREM COABITAR COMO MARIDO E MULHER…( Gen. 3:16b; Dt. 24:1-4; Mt. 19:7-8)

 

1 –  ORIENTAÇÃO BÁSICA SOBRE ALGUNS ASPÉCTOS RELEVANTES SOBRE O CASAMENTO E SUAS VARIÁVEIS:

 

  • O CRISTÃO, O CASAMENTO, A REALIDADE DO DIVÓRCIO E DO NOVO CASAMENTO:

Até que a morte os separe!” Família, Igreja e Sociedade – um drama a ser enfrentado de frente; discutido à luz da Bíblia; refletido e dialogado em família; ensinado, orientado e tratado na igreja. Que sociedade nós estamos criando?

 

  1. Natureza do Casamento: É uma Instituição divina. Deus Criou o Homem e a Mulher e fez uma aliança terrena de carne e coração – “uma só carne” (Gen. 1:27; 2:24);
  2. Propósito do Casamento: Cumprir a finalidade principal do homem de glorificar a Deus e gozá-lo para sempre. ( Gen. 1: 26,27).
  3. Perenidade no Casamento – “Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem”. (Marc. 10:9; Mat. 19:6).

Por que Separam?

  1. Ética baseada mais nos direitos, do que nos deveres…;
  2. Licenciosidade moral e a liberdade autônoma…;
  3. Falta de fé, compreensão e obediência (I Cor. 10:13).

 

1.2 – Divórcio na Bíblia Segundo Jesus:

  1. a) Repúdio e abandono: (I Cor. 7:10-16; Mc. 10:1-12: Dt. 24:1-4);
  2. b) Jesus admite o divórcio por exceção “Porneia” – adultério” ( Mat. 5:31-32);

 

1.3 – Divórcio e Novo Casamento:

  1. a) Jesus: Se a separação-divórcio for por infidelidade – relações sexuais ilícitas ( Mat. 19:9-12);

 

1.4 – Casamento e Celibato Segundo Paulo: (I Cor. 7:1,7,8,9,27)

1.5 – Paulo admite o casamento: ( I Cor. 7:2,27,28);

 

1.6 – Casamento no Senhor (mesma Confissão de fé) – (Heb.13:4; I Tm.4:3; Gen. 24:57-58; I Cor. 7:39; II Cor.6:14);

 

1.7 – Divórcio Indevido – O Amor acabou?

  1. a) Amor jamais acaba (I Cor.13:8);
  2. b) Sentimento de amor é que acaba, quando a FONTE do amor, Deus, não é considerada ( I Jo. 3:18-22);
  3. c) Sentimento do amor não é causa; é a conseqüência – compromisso de amar;
  4. d) Deus não mandou se casar com a pessoa que ama (é sempre bom!)
  5. e) Deus mandou se amara pessoa com quem se casa.

1.8 – A Realidade do Divórcio e Ação Redentora Para Preveni-lo:

  1. a) Deus odeia o repúdio – (Mal. 2:16);
  2. b) Nos tempos bíblicos o casamento e o divórcio não eram matérias legais da alçada do Estado;
  3. c) Estes Institutos sempre foram de domínio da religião;
  4. d) O fato de o casamento ter amparo na lei civil não isenta da responsabilidade e da fidelidade diante de Deus e da Igreja;
  5. e) Nem todos os divórcios são igualmente injustos: Caso de Jose e Maria ela noiva, morando debaixo do mesmo teto conforme o costume da época – Talmude;
  6. f) Jesus diz que Moisés permitiu dar carta de divórcio por causa da dureza do coração – rebeldia (Marc. 10:5);
  7. g) Jesus admite o divórcio apenas em caso de relações sexuais ilícitas – Adultério – “porneia” – ( Mt. 5:31-32);

 

1.8 – Casamento – Divórcio e Novo Casamento de Pastores e Presbíteros;

  1. a) Segue as mesmas regras para o povo de Deus acima exposto:
  2. B) CE-SC/IPB-2007/MAIO – DOC. CLXXVI – Quanto ao Documento 130 –RESOLVE: Manter como Prerrogativa dos Presbitérios a análise e julgamento dos casos de sua jurisdição, conforme preceitua o Art. 88 da CI/IPB;

                       1.9 – Casamento e Lei Civil:

  1. a) Nos tempos bíblicos o casamento e o divórcio não eram                                                                            

                          matérias legais de alçada do Estado e sim, da Religião;

  1. b) No Brasil – CC. de 1890/01 – passou a vigorar em nossa

                            Pátria; na Europa, no séc. XVIII e XIX.            

LEI DO DIVÓRCIO NO BRASIL

            LEI Nº 6.515, DE 26 DE DEZEMBRO DE 1977.– Autor. Sen. Nelson Carneiro; 

 

CASAMENTO CIVIL COM EFEITO RELIGIOSO             

LEI No 1.110, DE 23 DE MAIO DE 1950.

 

Constelação Familiar ou Aconselhamento Noutético

  1. Constelação Familiar – Os Tribunais no Brasil já admitem a prática deste método psicoterapêutico – a busca de solução de traumas em separação – divórcio – método que visa a desencarnar pessoas vivas problemáticas e até mortos sobre as pessoas com dificuldade na solução divórcio (Espiritismo e ocultismo – manipulação das emoções….
  2. Aconselhamento noutético – Utilização da Palavra, da graça e da verdade como fonte de vida, impressa na mente da pessoa na ajuda de solução dos  mais variados problemas.

 

 

MODELO DE CASAMENTO CRISTÃO

 

Deus Instituiu o casamento monogâmico (Um homem e uma mulher) e heterossexual ( homem e mulher)

 

 

A BÍBLIA E O SEXO NO CONTEXTO DO CASAMENTO

 

                O sexo foi uma criação de Deus.  Deve ser feito no contexto do casamento, entre um homem e uma mulher. Fora do casamento, a prática sexual é um pecado de acordo com a Bíblia.

Para o casal, a vida sexual é muito importante, e o marido e a mulher devem ter intimidade sexual e desfrutar um do outro. Mas o sexo antes do casamento não faz parte da vontade de Deus para ninguém, e por isso deve ser evitado por todos aqueles que querem agradar a Deus.

 

 

 

 

 

Curitiba/PR – 16 de Maio de2017.

 

Rev. Mario Ramos

Pastor da Igreja Presbiteriana do Tatuquara – Curitiba/PR

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com