AS FORÇAS DO POÇO DO ABISMO

BOLETIM DOMINICAL – 26 DE JUNHO DE 2011
AS FORÇAS DO POÇO DO ABISMO – Ap. 9:1-21

As três últimas trombetas chamam-se AS TROMBETAS DOS AIS e são ainda mais horrendas do que as primeiras quatro. Elas foram anunciadas por um anjo que voava pelo meio do céu clamando em grande voz: “Ai, Ai,Ai, dos que habitam sobre a terra” (Ap.8:13). A 5ª trombeta toca – Gafanhotos/Demônios. Uma estrela caiu do céu na terra. Esta estrela não era semelhante a do (Ap. 8:10) e sim uma personagem, como em Isaías 14:12. É figurativamente, Satanás, ou um de seus poderosos demônios. Foi lhe dada a chave (v.1) Sabemos que a chave pertence a Jesus (Ap.1:18). Nesse período da grande tribulação, será permitido a Satanás, abrir a porta entre o mundo e o lugar dos demônios, os quais seirão para atormentar os habitantes da terra. Hoje Satanás é muito limitado em suas ações por causa da Igreja de Cristo no mundo. Nesses dias não, porque a Igreja já terá subido. “Ele abriu o poço do abismo…” (v.2). Veja que não se diz apenas abismo, mas o “poço do abismo”, isto é, o lugar mais baixo do abismo (Lc.8:31; Ap.20:3). Ao abrir, das profundezas insondáveis e obscuras subiu fumaça como de grande fornalha. Com isso escureceu-se o sol e o ar. Saíram também gafanhotos estranhos e grandes como o poder semelhantes ao dos escorpiões. Eles não atacaram a vegetação, como seria de esparar, mas somente aos que não tinham o selo de Deus sobre a fronte. No desespero apocalíptico os homens sem Deus ansiarão pela morte, mas ela lhes fugirá, deixando-os entregues ao maior terror e espanto – algo tremendo, inominável (v.6). Nesse dia, tardiamente, os homens saberão porque Deus se opõe ao ocultismo e ao espiritismo. A 6ª trombeta toca – Ao soar a 6ª trombeta, foram soltos os “quatro anjos…junto ao rio Eufrates”. Esses demônios, são “anjos caídos”. Esses demônios, estão sendo reservados até chegar a hora, dia, mês, e ano, a fim de matarem a terça parte dos homens. Isso no tempo da 6ª trombeta. Eles serão soltos no rio Eufrates, numa cifra de 200 milhões, matando a terça parte dos homens pelo fogo, pelo fumo e pelo enxofre, que saia das suas bocas (v.18). É impressionante, a rudez do pecado, que mesmo sofrendo tais tormentos pelos flagelos ainda não se arrependam. No juízo, imposto pelo primeiro Ai, os homens não morreram, ainda que buscaram a morte. Mas com o segundo Ai, a terça parte dos homens morreram (v.18). Lembremos o horror no Egito quando o anjo da morte passou e matou todos os primogênitos. Contudo, por incrível que pareça, o restante dos homens NÃO SE ARREPENDERAM DOS SEUS PECADOS (Vs.20-21). “ Ainda que pises o tolo com uma mão de gral… não se vai dele a sua estulticia” (Pv. 27:22). Aguardemos com expectativa a 7ª trombeta do Ai. Entregue hoje a sua vida a Jesus! Hoje é ainda o tempo aceitável! Rev. Mário Ramo