A MORAL E A ÉTICA NO RELACIONAMENTO INTERPESSOAL

– Nº 149 –  PASTORAL – 27 DE MAIO DE 2018.

A MORAL E A ÉTICA NO RELACIONAMENTO INTERPESSOAL

Leitura Bíblica – Lucas: 3:1-14

Vivemos neste começo de 3º milênio, um verdadeiro cáos em todos os níveis na atual sociedade. Na verdade este mal-estar tem a ver com o processo civilizatório em geral – a pecaminosidade é universal, irrestrita e desnaturais (Mq. 7:1-7). Sabemos que sozinhos não conseguimos chegar a lugar nenhum em nossa jornada evolutiva. Portanto, precisamos evidar nossos esforços em conexões de relacionamento saudável com o nosso próximo, seja isso, no contexto, familiar, eclesial, profissional e comunitário. Temos diante de nós o tremendo desafios impostos pela modernidade da Rede Social, que nos impõe, de alguma forma, o relacionamento virtual frio, distante e descartável. Viver é uma grande bênção e uma responsabilidade. Conviver bem é uma arte difícil de se ensinar e difícil de aprender. Aquele que já parou de aprender, não tem o que ensinar. Como andam os seus relacionamentos interpessoais?  Complicados, atritosos, difíceis?  Que solução voce tem vislumbrado? Separar, sair de perto, mudar de emprego, mudar de família, mudar de igreja? Acontece que as pessoas não são descartáveis. O problema pode não estar nos outros e sim, dentro de voce. Aonde voce for, levará os seus problemas e criará novos conflitos. Onde há amor, bondade, compreensão, respeito as pessoas e suas ideias, e espírito de perdão, tudo tem solução ( I Cor. 13:1-13). A Bília ensina-nos, através de exemplos positivos e negativos, como nós devemos relacionar uns com os outros e como enfrentar situações concretas e difíceis: Se voce é jovem enfrenta as tentações do sexo, leia sobre José do Egito (Gn. 39:1-23) ou (Lv. 18:1-30). Se voce sofre perseguição  e oposição séria (Dn. 3:19-30 e 6: 1-28). Se for conflito e inimizade com seus irmãos, com pais e cônjuges (Gn. 33:1-17; Ef. 5:22-33; 6: 1-4); Se o seu problema for a vingança (Rm. 12: 19-21; Mt. 18: 15-22). Mas se voce deseja melhorar o seu relacionamento (Fp. 4:8). Usemos a tática dos rotarianos: Pergunte: “ É a verdade? É justo para todos? Criará boa vontade e melhorará amizades? Será benéfico para todos? Precisamos de mais ética cristã.        Rev. Mario

 

 

Rev. Mario