A IGREJA E A DIACONIA

BOLETIM DOMINICAL – 06 DE MAIO DE 2012

A IGREJA E A DIACONIA – Romanos 12: 1-21

A missão precípua da igreja é a evangelização. Porém, quando se fala em evangelização, precisamos ter em mente a diaconia – ou, a Ação Social. Não se concebe uma sem a outra. A nossa amada igreja, é uma igreja cuja tradição se identifica com a evangelização. Somos resultados de uma ação missionária. Essa é a nossa origem – Chegou ao Brasil – Rio de Janeiro, o Miss. Rev. Aschbel Green Simontom em 19/08/1859. Assim, o Evangelho e Ação Social – a educação e a cultura se estabeleceram em nossa Pátria. Somos por isso, reconhecidos no Brasil e no mundo, como uma igreja que vive e respira a ação social. Precisamos conhecer melhor o Humanismo social de Calvino, o patrono de nossa igreja presbiteriana. Estaremos comemorando no dia 31/10, 495 anos de Reforma Religiosa e de calvinismo-presbiteriano no mundo. Aqui no Brasil, a nossa igreja vai comemorar 153 anos de anuncio da fé e de ação social, no dia 19/08. A palavra “diaconia” que dizer “serviço”, “ministério” e “socorro”. Nesta Pastoral, não temos espaço suficiente para enumerar a ação social – diaconia, de nossa histórica denominação. Mas, como uma sobre-mesa, citaremos apenas algumas: Temos orfanatos completando 123 anos, educando e cuidando de infanto-juvenis; temos vários hospitais presbiterianos no centro oeste e sudeste do País; temos mais de 300 escolas de nível fundamental e mais de 200 em nível médio; temos uma das maiores Universidades da América do Sul – a Mackenzie/SP; temos várias Casas de Repousos para a 3ª idade dos sexos feminino e masculino; temos um jornal de boa circulação no Brasil; temos uma Editora e tantas outras Entidades Para-eclesiásticas; temos vários Seminários espalhados pelo País e vários Institutos Bíblicos; temos várias Autarquias: Luz Para o Caminho; Luz Para o Caminho e LPC – parceria entre igreja Presbiteriana e “The Back to God Hour” – proclamação do Evangelho via Rádio, atingindo hoje 09 idiomas: inglês, espanhol, português, chinês, árabe, japonês, francês, russos e indonésio; temos Missão Caiuá/MEC; temos Rede Presbiteriana de Comunicação/RPC; temos Secretaria Geral da 3ª Idade. Enfim, tantas outras obras maravilhosas de dedicação, amor e solidariedade. A nossa igreja local, se dedica a evangelização e a ação social, ao alcance de nossas forças. Temos esse compromisso de fé e de herança reformada. A característica singular das primeiras comunidades cristãs, o testemunho de sua fé por meio da vivência solidária (At.2: 44-45). Sabia a comunidade que “se um membro sofre todos sofrem com ele” (I Co. 12:26). O fundamento dessa prática solidária reside no ensinamento e na prática de Jesus Cristo. Cristo ensinou-nos, que só é possível o amor a Deus se este amor se estende ao próximo (I Jo. 4:20). Ensinou-nos também, pela sua prática, que amar ao próximo consiste numa ação que propicie dignidade humana, integração a Cristo, a igreja e a sociedade. Sejamos sempre uma igreja que ame e cuide! Rev. Mario Ramos.