A CURA DOS MALES SOCIAIS, ECONÔMICOS E POLÍTICOS

Nº 127  BOLETIM DOMINICAL- 26 DE NOVEMBRO DE 2017

A CURA DOS MALES SOCIAIS, ECONÔMICOS E POLÍTICOS – Tg. 5:1-11

O nosso Brasil está de ponta cabeça. As instituições estão em crise. A sociedade está em crise. A igreja brasileira está doente. A família está em crise. A pregação do Evangelho de Cristo é uma obra de conseqüências eterna quanto à salvação do ser humano. A missão precípua da Igreja é a evangelização do homem. Isso trás outros  benefícios como mudanças sociais, econômicas e políticas. Como dizia o teólogo Rubem Alves: “Muda o coração do homem e terá toda a sociedade transformada.” É partir do homem novo – da nova criatura, em Jesus Cristo, que tudo se transforma para o bem, conforme a justiça divina. Assim a Igreja é sal da terra e luz do mundo. A sua presença faz a diferença para melhor. 1) A Cura Dos Males Sociais – O Evangelho é o poder de Deus e cura o ser humano de todos os males espirituais, emocionais e físicos. Liberta a pessoa dos vícios, corrige a personalidade e revitaliza a moral cristã. Faz dele uma nova criatura. Não podemos nos iludir com o fermento religioso em nosso país há décadas. O que mais tem contribuído para a ruína de nossa sociedade como um todo e em todas as áreas. Isso vai explicar em parte a deterioração de nossa sociedade e a sua decadência espiritual. Precisamos pregar o Evangelho de Cristo e combater as heresias do sincretismo religioso; 2) A Cura Dos Males Econômicos – A Igreja não é o único, mas é um vetor determinante em relação ao processo econômico. Max Weber, identificou a ética calvinista e puritana de vida frugal, trabalho árduo, somados a uma mentalidade de poupança e de investimento, como sendo o espírito do capitalismo moderno. Não este capitalismo especulativo, vadio e fomentador de miséria. Este capitalismo, vadio, imposto pelo neo-liberalismo, precisamos combater, até em nome da própria ética protestante e da  justiça social. Denunciamos a injusta concentração de riquezas nas mãos de uns poucos e afirmamos a necessidade de uma distribuição mais justa e equânime de oportunidade; 3) A Cura Dos Males Políticos – Vivemos uma crise sem precedente, muito mais, nesses últimos dois anos. Chegamos a desacreditar na classe política. A insegurança jurídica no país é  fato triste. Seguimento do judiciário politizado, seletivo e pulisânime em sua atribuição. É preciso curar esta nação dos seus males espirituais, sociais, econômicos e políticos. Somente o Evangelho genuíno de Jesus Cristo pode curar. Rev. Mario