A COLHEITA EM SAMARIA

Nº 270 – BOLETIM DOMINICAL- 20 DE ABRIL DE 2014

A COLHEITA EM SAMARIA  – João 4: 31-45

O fruto de um trabalho de amor atinge a sua plenitude na colheita, e esta chega sempre no tempo certo. Nos primeiros quatro versos deste texto, vemos os discípulos preocupados porque o Senhor não comera ainda até aquela hora do dia, e ainda não parecia disposto a fazê-lo. A prioridade de Jesus era a natureza espiritual. Ele não estava referindo-se a alimentos materiais quando disse: “Uma comida tenho para comer, que vós não conheceis”. E explicou: “ A minha comida consiste em fazer a vontade daquele que me enviou, a realizar a sua obra” (vs.32, 34). No campo, são quatro meses que transcorre entre a semeadura e a colheita. Em se tratando de coisas espirituais, entretanto, é bem diferente. Veja que Jesus acabara de semear no coração da mulher samaritana e já presenciava a colheita de muitos seguidores. A colheita foi imediata. Jesus ironiza a seus discípulos dizendo: Não dizeis vós que ainda há 4 meses até a ceifa? Eu, porém, vos digo: Erguei os vossos olhos e vede os campos, pois já´branquejam para a ceifa” (vs 35). A colheita de que se trata é a conversão de muitos samaritanos seguindo a Jesus (vs.39). Agora, um elemento novo no discipulado, a mulher samaritana, já se ver dando seus frutos, pelo testemunho firmado entre os seus no povoado de Sicar, em Samaria. Os novos discípulos samaritanos agradecidos, suplicaram a Jesus que ficasse com eles e assim, o Senhor permaneceu ainda por dois dias. Enquanto isso, “Muitos outros creram nele, por causa de sua palavra” (vs 41). Tal convicção desses novos discípulos, não se funda mais no testemunho da mulher samaritana e sim, pelo que eles mesmos, puderam perceber e ouvir do próprio Cristo, como sendo Ele o Salvador do mundo (Vs.42). Veja ainda que em Samaria, Jesus não realizou nenhum milagre. Porém, o Mestre ofereceu a mulher samaritana a “Àgua da Viva”, que era Ele mesmo. Ela creu e propagou a sua fé e entusiamo a muitos outros que creram nEle também. Notemos que dois fatores foram fundamentais na colheita em Samaria: 1) O testemunho da mulher samaritana (vs. 39), e 2) Por causa da palavra de Jesus (vs.41). O modo que chegamos a Cristo não é o fato mais importante e sim, a maneira como se vive Cristo. E Cristo em você é vital.       Rev. Mario Ramos